24 de set de 2013

“Remédio tem, mas existem comandados na Saúde fazendo corpo mole”, denuncia Alexandre do Sindicato


O vereador Alexandre do Sindicato (PTC) afirmou, na manhã desta terça-feira, 24, na tribuna da Câmara Municipal de Campina Grande, que o problema na distribuição de medicamentos pela prefeitura estaria sendo provocado por alguns funcionários da Secretaria de Saúde que, segundo o parlamentar, estariam fazendo “corpo mole” no trabalho.

“Sou testemunha viva de que remédio tem. Insulina tem. Há várias geladeiras cheias. E eu volto a dizer: alguém não está fazendo o seu papel. Ou o prefeito chama o feito à ordem, para que o remédio chegue lá na ponta, ou quem continua sofrendo é o pobre. Isso está virando uma brincadeira”, pontuou Alexandre.

O parlamentar elogiou a postura do prefeito Romero Rodrigues e da secretária de Saúde Lúcia Derks. “Não estou dizendo isso com a secretária, porque ela tem competência e está mostrando que sabe gerenciar”, disse. Mas, foi taxativo ao declarar que existem pessoas dentro da estrutura da pasta causando transtornos à própria gestão municipal, maltratando os cidadãos e os próprios vereadores. Alexandre fez um apelo ao chefe do poder executivo.

“O prefeito está em Brasília, buscando recursos para Campina Grande, mas, se seu fosse ele, dava uma canetada hoje. Tire da Secretaria de Saúde quem não tem competência para estar lá. Existem alguns comandados fazendo corpo mole, que não tratam vereador bem, que não tratam o cidadão bem, que têm o rei na barriga. Se esse pessoal absorvessem a humildade do prefeito, esse tipo de situação não aconteceria”, denunciou.