Campina não pode continuar vítima do grupo que domina os postos de combustíveis, diz Alexandre



Durante uma transmissão através das suas redes sociais no fim da tarde desta quinta-feira, 12, o vereador Alexandre Pereira voltou a denunciar a existência de fortes evidências de irregularidades na política de preços dos combustíveis praticada pela maioria dos postos de Campina Grande.

A fala de Alexandre se deu após mais um anúncio da Petrobras de que reduzirá o preço do óleo diesel nas refinarias em 6,5% e o da gasolina em 9,5%, a partir desta sexta-feira. Segundo levantamento da imprensa nacional, com a redução, o diesel já acumula uma queda de mais de 23% e a gasolina, de mais de 20% em 2020.

“Um patamar de queda tão expressivo, mas que, contudo, simplesmente não chega a Campina Grande, onde o setor acumula justificativa após outra para tentar explicar o inexplicável, conforme demonstra a realidade e segundo provou a CPI dos Combustíveis que presidi na Câmara Municipal”, comentou Alexandre.

De acordo com o parlamentar, a realidade representa uma afronta direta do segmento revendedor contra os consumidores da cidade. “É lamentável que nossa cidade seja desafiada por um grupo de três ou quatro empresários que obriga o cidadão a pagar o combustível mais caro da Paraíba. Campina Grande não pode continuar vítima desse grupo que domina o mercado”, ponderou o vereador.

RELATÓRIO DA CPI

Alexandre Pereira explicou ainda que tem cobrado insistentemente ao relator da CPI, vereador Luciano Breno, a conclusão do relatório dos trabalhos da comissão para que seja encaminhado ao Ministério Público. “Fiz meu papel, mas esse relatório precisa ser concluído para o devido encaminhamento. Não é possível que Campina Grande continue pagando esse preço absurdo pelo combustível”, concluiu.

Assessoria

Postar um comentário

Copyright © Vereador Alexandre Pereira. Desenvolvido por Holos Comunicação